O anarcocapitalismo e Deus

Link da postagem: https://facebook.com/canetaancapizadora/photos/a.470181650175575/806347179892352

Como tem muita gente comentando, eu vou responder por aqui mesmo:
O que há de errado com a filosofia Randiana (da Ayn Rand)?

Se você não sabe como funcionam as leis do universo, você nunca irá entender a crítica, mas eu vou explicar correndo o risco de debocharem. Toda forma de caridade é egoísmo? Sim. Porém, o teísta, o panteísta, o politeísta, independente da crença metafísica, faz isso por dois motivos:

1 - Ele entende que se ele fizer o bem, a força prima do universo (Deus) o irá recompensar. Materialmente? Não. É mais complexo do que isso.

A recompensa vem de uma aproximação maior com aquilo que é íntegro, puro, louvável, se haverão recompensas materiais a partir disso, serão apenas uma consequência dos atos dele.
Isso tem a ver com uma conexão com aquilo que é divino, parte de um coração sincero.

2 - Esse sistema (essa matriz dentro da qual a gente vive) funciona para o bem. Há apenas vantagens em se fazer o bem com sinceridade. Aqueles que prejudicam os demais estão plantando a semente da discórdia, e cedo ou tarde eles irão pagar pelos seus atos, então não pense que há pessoas no mundo fazendo todo tipo de atrocidades e que ao mesmo tempo há um Deus fazendo vista grossa pra tudo isso. Cada um é livre pra fazer o que quer, mas atos tem consequências.

No panteísmo (assim como no monismo) é crido que Deus encontra-se verdadeiramente na natureza, logo, Deus é o todo, e se Deus é o todo, o todo se auto-regula, é algo parecido com o mercado.

O todo está em tudo, logo, a tendência do princípio criador é para a vida, portanto, naturalmente os seres vivos e a natureza do mundo dos fenômenos físicos (animais, fauna, fenômenos da natureza, etc) estão todos a serviço de tal princípio, o que significa que não importa quantos criadores de tragédias surjam, cedo ou tarde eles vão cair e as coisas irão se ajustar para aquilo que é íntegro.

Observe como isso até se parece com a tecnologia Bitcoin: não há vantagem alguma em trapacear.

O egoísmo de Ayn Rand parte de um pressuposto ateísta materialista, logo, se a pessoa não acredita que a própria realidade é auto-regulatória, por assim dizer, ela não tem por que fazer o bem se não for pra obter alguma vantagem puramente material ou de bajulação de ego.

Aí alguém pode dizer "Então partindo dessa lógica, a Ayn Rand está certa, o egoísmo é bom para o mercado", não, esse raciocínio é vago. Nem todo mundo é bonzinho e irá entender que é melhor agir com honestidade. Há pessoas que tentarão trapacear, é aí que entram figuras como os mafiosos, os políticos, os ladrões de forma geral.

Se a única forma de punição que conta é o pedaço de papel constitucional, obviamente que haverá gente tentando burlar o sistema, e até controlá-lo.

0 comments: